10 de nov de 2011

QUERO SER AMÉLIA POR SIMONE BITAR

Olá!!!!  Hoje trago um poema sobre o verdadeiro valor da mulher na sociedade hoje em dia. E por incrível que pareça, me chamem de louca ou não... adoraria poder viver como minha avó viveu, num mundo onde não tinha tantas disputas e tudo era mais simples e sem estresse.

Pra quê essa teimosia em querer disputar com os homens?...

Reflitam com esse texto digno de nós artesãs que amaríamos ter uma vida inteiramente dedicada somente a família, a casa, decorações e nossos lindos artesanatos.

Com certeza seríamos mil vezes mais felizes !!!



Quero ser Amélia
São 6hrs. O despertador canta de galo e eu não tenho forças nem para  atirá-lo contra a parede. Estou tão acabada, não queria ter que trabalhar hoje.
Quero ficar em casa, cozinhando, ouvindo música, cantarolando, até! Se tivesse filhos, gastaria a manhã brincando com eles. Se tivesse cachorro, passeando pelas redondezas. Aquário?...  Olhando os peixinhos nadarem. Espaço?...  Fazendo alongamento. Leite condensado?... Brigadeiro.
Tudo menos sair da cama, engatar uma primeira e colocar o cérebro  para funcionar.
Gostaria de saber quem foi a mentecapta, a matriz das feministas  que teve a infeliz idéia de reivindicar direitos da mulher e por que ela fez isso conosco, que nascemos depois dela.
Estava tudo  tão bom no tempo das nossas avós,  elas passavam o dia a bordar, a trocar receitas com as amigas,  ensinando-se mutuamente segredos de molhos e temperos, de remédios caseiros,  lendo bons livros das bibliotecas dos maridos, decorando a casa,  podando árvores, plantando flores,  colhendo legumes das hortas, educando crianças, freqüentando saraus, a vida era um grande curso de artesanato, medicina alternativa  e culinária...
Aí vem uma fulaninha qualquer  que não gostava de sutiã, tampouco  de espartilho, e contamina várias outras  rebeldes inconseqüentes  com idéias mirabolantes sobre   "vamos conquistar o nosso espaço".
QUE ESPAÇO, MINHA FILHA!!??
Você já tinha a casa inteira,   o bairro todo, o mundo aos seus pés.
Detinha o domínio completo sobre os homens,  eles dependiam de você para comer, vestir, e se exibir para os amigos,  que raio de direitos requerer?
Agora eles estão aí todos confusos,  não sabem mais que papéis desempenhar na sociedade, fugindo de nós  como o diabo da cruz!
Essa brincadeira de vocês acabou  é nos enchendo de deveres,  isso sim!
E, PIOR, NOS LARGANDO NO CALABOUÇO  DA SOLTEIRICE AGUDA.
Antigamente,  os casamentos duravam para sempre. Por que, me digam por que, um sexo que tinha tudo do bom e do melhor, que só precisava ser frágil, foi se meter a competir  com o macharedo?
Olha o tamanho do bíceps deles, e olha o tamanho do nosso... Tava na cara  que isso não ia dar certo.
Não agüento mais ser obrigada  ao ritual diário de fazer escova, maquiar, passar hidratante,  escolher que roupa vestir, que sapatos, acessórios, que perfume combina com meu humor, nem de ter que sair correndo, ficar engarrafada, correr risco de ser assaltada, de morrer atropelada,  passar o dia ereta na frente do computador,  com o telefone no ouvido, resolvendo problemas.
Somos fiscalizadas e cobradas por nós mesmas a estar  sempre em  forma, sem estrias, depiladas, sorridentes, cheirosas,  unhas  feitas, sem falar no currículo impecável,  recheado de  mestrados, doutorados, e especialidades.
Viramos "supermulheres", mas continuamos a ganhar menos do que eles...
Não era muito melhor ter ficado  fazendo tricô na cadeira de  balanço?
CHEGA!
Eu quero alguém que abra  a porta para eu passar, puxe a cadeira  para eu sentar,  me mande flores com cartões cheios de poesia, faça serenatas na minha janela...
Ai, meu Deus, são 7h30, tenho que levantar!
E tem mais... Que chegue do trabalho,  sente no sofá, coloque os  pés pra cima e diga "meu bem,  me traz uma dose de whisky, por favor?", pois eu descobri que é muito melhor servir.
Ou pensam que eu estou ironizando? Estou falando sério! Estou abdicando do meu posto  de mulher moderna... Troco pelo de Amélia. Alguém mais se habilita?
(autora desconhecida)

Claro que esse texto é uma brincadeira. A autora tenta nos passar que apesar da mulher ser considerada AMÉLIA por cuidar da família e afazeres domésticos, mesmo assim ela sempre mantinha um sorriso no rosto ao fim do dia.
E nesse mundo cada dia mais louco que vivemos? Onde o caos e o cotidiano se tornam presentes em nosso dia a dia.

Você, mulher moderna não teria ao menos um pouquinho de vontade de ser uma Amélia?

Amélia Pós-Moderna: Cuidando da casa com até 140 caracteres

Jantar Especial – Batata recheada

Uma batata grande com casca,  cozida no microondas (5min), aberta ao meio e recheada com atum misturado com requeijão.

Um bom dia a todos e fiquem com Deus.

Simone Bitar

VISITE NOSSA LOJA
Tear Regulável Grande 124 Pregos
Por: R$ 53,52 ou 6x de R$ 8,92 sem juros 
 
Fabricante: WE Teares
Composição: Madeira c/ Pregos
Tamanho: 70cm
Largura Interna Aberto: 8,5cm
Quantidade de Pregos: 62 de cada lado
 

2 comentários:

  1. Adorei!!!!!!! Sou Amélia e me orgulho. A 4 anos atrás deixei meu trabalho. Eu era dona de uma empresa de eventos e joguei tudo pro alto, pra me dedicar a minha familia. Deus me deu mais dois filhos depois disso. E hoje me sinto realizada ao lado de meu marido, três filhos, um cachorro. Cuido pessoalmente de todos e da casa. Não terceirizo a educação deles e estou sempre ao lado de meu marido compartilhando tudo. Depois disso também conheci o croche e amo demais essa arte. Decoro minha casa com minhas próprias mãos e amo estar no meu cantinho. Amo limpar, lavar, passar, cozinhar. Pra mim não tem preço esses momentos. Me sinto muito mais valorizada do que antes. Adoro bate papo sobre filhos e casa. Amo a vida que pude escolher pra mim. Ninguém me impôs nada eu fiz minhas escolhas. Tem gente que pensa que sou louca. Mas se sou louca sou uma louca feliz. Sou uma Amélia feliz.

    ResponderExcluir
  2. VC TÁ FICANDO LOUCA ???
    MINHA AVÓ VIVEU UM CASAMENTO DE AMÉLIA ,FAZIA DE TUDO EM CASA
    MAS....TINHA DE AGUENTAR O MARIDO NUM CASAMENTO QUE DUROU ATÉ O ULTIMO DIA NA FAMOSA FRASE DO...SEJAM INFELIZES PARA SEMPRE....
    ELE FOI UM ALCOOLATRA COMO A MAIORIA DOS HOMENS DAQUELE TEMPO
    EU ,CRIANÇA ,VIA MINHA VÓ E TIAS SEMPRE CARRANCUDAS,LEVANTANDO CEDO SIM P/ FAZER CAFÉ ,COZINHAR ,LAVAR NO TANQUE,SIM PQ NÃO EXISTIA MAQ DE LAVAR ,O FOGÃO ERA A LENHA ,E VIA MEU VÔ CHEGANDO CAINDA PELOS CANTOS ,CHINGANDO TODO MUNDO E BATIA NELA...SIM BATIA NELA E MUITO.....TIVERAM ONZE FILHOS ,QUE SOFRIAM ATERRORIZADOS COM AQUELE TIPO DE PAI QUE BATIA NELES TBEM..,ALGUNS MORRERAM DE DIARRÉIA E ELA LAMENTAVA TANTO SOFRIMENTO PARA PARIR A SANGUE FRIO ,SEM ANESTESIA ,PARA DEPOIS DE UNS MESES VER O BEBE SE ESVAIR NA DIARRÉIA....
    VOVÓ FOI UMA AMÉLIA EXATAMENTE COMO VC SONHA SER AGORA ,E TE DIGO ...NÃO TENHO SAUDADES NENHUMA DAQUELA ÉPOCA ,ONDE SÓ VIA TRISTEZA NOS OLHOS DELA E SENTIA MUITA DÓ DELA
    SÓ MELHOROU DEPOIS QUE ELE MORREU ,JOVEM ,DE CIRROSE
    FOI UM ALÍVIO PARA TODOS....
    É ISSO QUE VC SONHA P/SUA VIDA ?
    AH...VÁ FAZER ACADEMIA E PARE DE SONHAR COM COISAS RUINS...SAUDOSISMO OU MASOQUISMO ?
    CRIE SEUS FILHOS PARA SEREM MELHORES QUE NOSSOS ANTEPASSADOS !

    ResponderExcluir

Sua opinião é muito importante para nós!
Deixe seu comentário, compartilhe nossas postagens!
Visite nossa Loja Virtual: www.bigartes.com.br
Agradecemos sua visita!!!