26 de ago de 2011

Tênis All Star para Bebê, por Simone Bitar

Olá queridos amigos! Mais uma encomenda concluída e cliente feliz. A Adriana de sampa me encomendou 1 par de Tênis All Star para bebê na cor preta, pois o bebezinho já nasceu corinthiano...rsrs

Utilizei Barbante Biquinho São Francisco e olha que ficou muito macio e delicado, nem um pouco grosseiro.
Esse barbante é excelente para trabalhos delicados. Fiz o teste e esta aprovado!!!
A linha de materiais são Francisco é the best em matéria de comprometimento com os clientes.

Espero que gostem, eu amei.

Beijos carinhosos em todos e fiquem com Deus.

Simone Bitar





 VISTE NOSSA LOJA
Barbante São Francisco Biquinho número 03 ( 5 fios ) em cone com 850m
De: R$ 5,90 Por: R$ 4,90 ou 3x de R$ 1,63 sem juros 

Barbante São Francisco Biquinho para crochê, tricô, artesanato e especialmente biscos ou trabalhos mais finos.
Número 03 (5 fios)
Cone com 850 metros
85% algodão
15% outras fibras
Clique na imagem para ser redirecionado!

23 de ago de 2011

Cachecol Fradique Azul Petróleo, por Simone Bitar

Olá queridos amigos ! Mais um trabalho concluído.
Dessa vez, incrementei uma idéia que me veio a cabeça e fiz em tricô um cachecol utilizando barbante. Isso mesmo, barbante!

 Utilizei Barbante São Francisco Fringe na cor Azul Petróleo.  O charme fica por conta da flor confeccionada com Barbante e fita.
O charme todo é a versatilidade em usá-lo. De diferentes formas, até como uma golinha fica charmoso.

Gostei muito do resultado, espero que gostem também.
Esse barbante é maravilhoso para confecção também de cachecóis ,pois tem uma maciez toda especial, proporcionando a peça uma delicadeza e elegância que não deixa nada a dever para uma lã (peludinha).
Recomendadíssimo!!!!!

Beijos carinhosos em todos e fiquem com Deus.

Simone Bitar






VISITE NOSSA LOJA
Fio São Francisco novelo 100g
De: R$ 7,00 Por: R$ 4,70 ou 3x de R$ 1,57 sem juros

Fio São Francisco para tricô, crochê, artesanato e vestuário
100% acrilico
Novelo com 100g líquido 
Clique na imagem para ser redirecionado !

20 de ago de 2011

A Poesia e o Crochê, por Simone Bitar


Olá queridos amigos!  Poesia e Crochê são duas formas de demonstrar talentos interiores que vivem dentro de nós e que necessitamos expressá-los.
Ambas caminham juntas, pois considero a arte do Crochê uma Poesia...onde dos novelos mais variados se criam as mais extraordinárias peças.

Tudo a ver com Poesia,não e?

Abaixo, uma poesia que considero um primor.

Beijos carinhosos em todos e fiquem com Deus.

Simone Bitar


Haja harmonia entre o crochê e a poesia!
A agulha fazendo tramas com a linha:
Vai e vem, solta, segura e se alinha.
A palavra tecendo enredo na mente:
Afirma, duvida, reafirma, desmente.

Ambos lidam com a habilidade:
Dos riscos, dos pontos, das tramas.
Ambos tecem emaranhados:
De  fuxicos, de segredos e dramas.
Deleite pros olhos e ouvidos maravilhados.

Há um excitante paralelo entre:
Tecer pontos com linha e
Tecer textos com palavras.
Um ponto ou palavra fora do lugar,
A magia se perde e naufraga na trama.

A poesia e o crochê são artes,
Das mais sutis e delicadas,
Cheias de pontos e pespontos.
Ninguém sabe onde uma começa,
E tampouco, onde a outra acaba.


Fonte: Alma carioca - Arte e Cultura

VISITE NOSSA LOJA
Barbante São Francisco Fringe número 08 em cone com 160m
De: R$ 12,00 Por: R$ 10,20 ou 3x de R$ 3,40 sem juros

Barbante São Francisco Fringe para crochê, tricô e artesanato.
Número 08
Cone com 160 metros
60% poliéster
40% algodão

18 de ago de 2011

Concurso cultural BIG artes.com: Almofada da sorte!

Olá amigos e amigas! hoje temos uma notícia muito legal! Está aberto o concurso cultural da BIG artes.com : Almofada da sorte! Confira logo abaixo como participar e boa sorte!
Concurso cultural: Almofada da sorte!
Este concurso será baseado na receita abaixo, que foi retirada da revista Barbante Barroco Editora Online - Ano 1 - N° 02, onde cada participante deverá nos enviar uma foto que apareça quem executou o trabalho e a almofada pronta. Não é necessário que seja na mesma cor, mas sim o mesmo modelo.
Serão dois prêmios para esse concurso: Um vale compras de R$ 200,00 na loja da BIG para a foto mais criativa (será escolhido por nossa equipe, julgando a criatividade de como a foto foi tirada) e o segundo prêmio será um sorteio entre os participantes: um vale compras de R$ 100,00.
Resultado do concurso: 15/09/2011
Foto mais criativa: R$ 200,00 em compras
Sorteio: R$ 100,00 em compras
Data máxima para envio da foto: 14/09/2011 00:00
Enviar o e-mail da foto para: promo@bigartes.com
Somente para o Brasil



10 de ago de 2011

9 de ago de 2011

Ganhe R$ 100,00 em produtos! - Porta Garrafas em Ponto Cesta, por Elaine Tripiano























É bem fácil participar basta fazer o Porta Garrafas em Ponto Cesta acima e mandar uma foto para o e-mail abaixo ate dia 25 (vinte) de agosto. Veja as regras abaixo:



- Mande uma foto para o e-mail tripiano@globo.com ate dia 25 de agosto as 23 horas. Fotos enviadas após está data e horário não podem participar. Para todas as fotos que forem recebidas mandarei um e-mail de confirmação. Peço por gentileza não mandarem fotos com resolução muito alta para facilitar o recebimento.



- Cada pessoa só poderá participar com uma única foto. Não será aceita mais de uma participação.



- Muito importante, mande junto com a foto do Porta Garrafas seu nome completo e cidade. Pelas regras só podem participar pessoas residentes no Brasil.



- O Porta Garrafas pode ser feito em qualquer fio ou cor, lembrando que a receita mostrada no vídeo é para Barbante São Francisco 6. O importante é fazer a peça como mostrada no vídeo.



- O sorteio será feito por mim e divulgado aqui no blog até dia 31 de agosto, não há dia ou horário determinado.



- A ganhadora ira receber um Vale Compras no valor de R$ 100,00 (cem reais) na Big Artes em produtos a sua escolha e com frete grátis para qualquer localidade dentro do Brasil.



- Como nas brincadeiras anteriores também serão sorteados Dvds Elaine Croche entre as participantes.



Confira o vídeo:








Boa Sorte a Todas !!!



Beijos, Elaine



NOVIDADE NA LOJA


Pano de prato com pintura BORBOLETAS

Por: R$ 4,32 ou 3x de R$ 1,44 sem juros


1001 - Pano de Prato Pintura
Tamanho: 45cm X 68cm
Composição: 100% Algodão
Contém: 1 peça
CNPJ: 09.330.354/0001-79
Fabricado no Brasil


6 de ago de 2011

Confissões de uma Viciada (Vale a Pena Ler), por Simone Bitar



Olá queridos amigos!!!!!  Aqui estou eu com mais um tema. Esse por sinal é muito interessante, pois trata de fatores nos quais convivemos em nosso cotidiano.

Espero que reflitam sobre isso. Eu me familiarizei no momento que terminei de lê-lo....rs

Confissões de uma Viciada



Tudo começou como uma curiosidade.Quis provar para ver como era. Sentir qual o barato e descobrir por que tanta gente vem se entregando à prática ao longos dos anos.Inclusive na minha família. Há rumores de que minha bisavó já era caída na coisa.Sim, eu tinha que saber que a predisposição familiar contaria muito. Tinha que ter tido mais cuidado. Tinha que ter ouvido os outros que me alertavam: começar é fácil e rápido, difícil é largar depois.

Foi assim. Uma tarde experimentando, aquela maldita tarde quando minha ruína teve início. Agora estou aqui, confessando o inconfessável. Meu nome é Viviana, tenho 29 anos e sou viciada. O primeiro contato foi tímido. Minha tia-minha própria tia! Veio me mostrar como era. Não consegui. Meus dedos se embaralharam, não foi legal. Achei que aquilo não era para mim e deixei para lá. Deveria ter seguido minha intuição. Deveria ter ficado de fora. Mas tempos depois, fui em busca de uma profissional. Ela sabia tudo, como fazer, onde pegar, onde conseguir o material. Precisei pagar para ela me mostrar como era. Aquela senhora gorducha, rosada e sorridente. Como as aparências enganam.

A gente nunca sabe. O vício não tem uma face. Nem sempre há marcas roxas pelos braços ou vermelhidão no olhar. Aprendi a fazer a correntinha. Aprendi cada um dos pontos básicos. Até trabalhar em círculos aquela mulher me ensinou. Depois da primeira, da segunda, da terceira tentativa meus dedos não mais embaralhavam. A agulha bailava no ar com graciosidade, o fio de lã corria solto entre minhas mãos que se moviam primeiro devagar, depois rapidamente. E os olhos... Ah, os olhos. Fixados naqueles pontos, pupilas dilatadas, sem piscar. Foco. Naquela noite, tive pesadelos. Sonhei que eu tentava fazer uma blusa enquanto alguém, na outra ponta, desfiava.

Acordei suada. E, finalmente, me dei conta do meu erro. Mas era tarde... Quando menos esperava, o vício tomou conta da minha vida. Eu não tinha vontade de fazer outra coisa. Precisava estar o tempo todo em contato com a agulha. Precisava sentir o novelo no meu colo. Meus dedos imploravam. Dormia pensando no que fazer no dia seguinte, mal acordava e já buscava o material. Parei de ir em festas. Parei de encontrar os amigos. A geladeira estava vazia, tirando a garrafa de leite vencido. Não queria ir ao supermercado. Sabe quanto meu trabalho iria evoluir no tempo em que gastaria comprando mantimentos? Esperando na fila? Só pensava nisso. De repente, comecei a levar o material para onde quer que eu fosse. Não havia mais como esconder.

Passei a usar em público. No ponto de ônibus. No parque. Até em frente de crianças. Não havia vergonha, não havia remorso. Só havia um pedaço de lã trabalhada que em breve viraria uma bolsa ou uma blusinha ou um gorro com orelhas. Meu marido tentava me ajudar. "Larga isso, vamos dormir". "Vamos ver um filme". "Estamos atrasados para a reserva no restaurante". E eu dizendo "já vou, é a última fileira, prometo". "Só mais esse ponto". Nunca era só mais aquela fileira. Ou só mais aquele ponto. A casa cada vez mais bagunçada. Camada de pó acumulando em cima da cômoda, debaixo da cama, sobre o criado-mudo. A gata cada vez mais carente. Querendo atenção. Mas nem os miados me faziam tirar os olhos do que eu estava fazendo. Parava só para comer. Para tomar banho. Todas as outras atividade pareciam tão sem graça quando comparadas ao vício. Pensava: "tudo bem, vamos andar pelo bairro, mas no final eu não vou ter um cachecol para usar". Comecei a pensar só na compensação. No que resultaria aquilo. E se não resultasse em nada, qual o propósito? Passei a falar em gírias, a usar termos técnicos. E passei a buscar cada vez mais material.

 Ah, o submundo. Os traficantes de novelos. Eles fazem de tudo para segurar você. Primeiro mostram um fio de lã, de acrílico talvez. Para ir fisgando aos poucos. De repente, lá vem eles com algodão puro tingido naturalmente, com cashmere, com lã de alpaca peruana. Fios com brilho, com pelinhos, com texturas. Cada vez mais no fundo do poço. Pedia para experimentar um pouquinho. Pegava o novelo e passava no pescoço. É assim que as viciadas fazem, para ter certeza de que não vai pinicar.

 Então, o próprio vício começou a ser atrapalhado pelo vício em si. Explico: enquanto fazia o casaco, pensava no poncho que faria depois. E largava o casaco para começar o poncho, "só para ver se sei fazer o ponto". Daí tinha um casaco e um poncho não terminados. O que não me impedia de tentar o broche de coração, ou o colar de flor.
O mundo inteiro está cheio de crocheteiras.

Esse vício não nos prejudica em nada,mas é o único vício que nos dá vontade de viver bem e melhor para aprendermos mais pontos e técnicas novas a cada dia...rsrs

Vício saudável para a alma.

E você?? Também é uma viciada???

Beijos carinhosos em todos e fiquem com Deus.

Simone Bitar

NOVIDADE NA LOJA 
Fio Magic Garden Aslan Trends 100g para tricô
De: R$ 8,69 Por: R$ 8,08 ou 3x de R$ 2,69 sem juros

MAGIC GARDEN FIO PARA TRICO
Composicao: 100% Acrilico
Agulhas Indicadas:
Trico 5 a 6
Croche 3,5 a 4,5

Metros: Novelo com + ou - 110m
Melhor Utilizacao: Vestuario Feminino; Infantil
Peso do Produto: 100g
Unidade de Venda: novelo
www.bigartes.com

5 de ago de 2011